Search
  • Margareth Maciel Silva

Emagrecer, descubra as vantagens

Os benefícios vão do desempenho sexual (uau!) até manter uma boa memória! E para que você sinta cada vez mais motivação quando estiver na academia treinando pesado ou suando em uma caminhada, fizemos uma listinha das melhoras que poderá experimentar em sua vida com uma dieta que lhe faça perder peso. Dicas de dietas no fim do artigo.


Descubra as vantagens em emagrecer e obter alto nível de qualidade de vida



Ao pensar em emagrecimento, logo vem a mente conquistar um corpo maravilhoso, vestir as roupas encalhadas no guarda-roupa, usar aquele biquíni. Na maioria das vezes pensamos em aparência, nas fotos das modelos com corpo perfeito. Isso acontece porque somos influenciados pela mídia que impõe um padrão de beleza.


Daí, nos esquecemos das inúmeras vantagens em emagrecer. Neste artigo quero abordar algumas vantagens que conquistamos ao perder peso. Você vai se surpreender. Vamos lá?



1- Para prevenir contra o câncer


Estudos comprovam que estar acima do peso é fator de risco para tem tumores.

As mulheres em sobrepeso ou obesas são mais propensas ter câncer de mama, afirma cientistas do Centro de Pesquisas em Câncer Fred Hutchinson, nos Estados Unidos.

Após analisar dados de 155 mil mulheres, eles concluíram que as obesas têm 35% mais risco de desenvolver uma forma extremamente agressiva de câncer.

As pessoas magras ou no peso ideal produzem menos substâncias precursoras de diversos cânceres, indica a endocrinologista Alessandra Rascovski, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia.

Sabe-se também que um abdomem volumoso contribui para as inflamações, dificultam as respostas de defesa do organismo contra as células tumorais.


2- Ter disposição


Não perder o fôlego com esforços mínimos faz toda diferença em nossa vida.

Ao emagrecer 8 kg percebi a diferença, nos sentimos mais leves e dispostos.

Quem está em dia com a balança oferece o espaço necessário para que o diafragma trabalhe confortavelmente.

Uma carga enorme de banha, por outro lado, espreme o músculo da respiração, impedindo suas contração normal. " Assim os pulmões não se enchem de ar completamente, o que pode favorecer até infecções como a pneumonia, alerta Alcides José Branco Filho, cirurgião bariátrico do Hospital Santa Casa de Misericórdia de Curitiba, no Paraná.




3- Evitar Hérnias e Dores nas Articulações


Barriga grande gera muitos problemas, acredite. Afeta a coluna, os joelhos deslocando o centro de gravidade.

A base da coluna é empurrada para a frente, os joelhos saem do eixo e os membros inferiores, durante uma passada, fazem movimentos em forma de arco, que visam diminuir o atrito entre as coxas.

Tais alterações diminuem a capacidade de amortecimento dos ossos, e , com isso favorecem a dolorosa degeneração das articulações.


A mudança do centro de gravidade ainda força as vértebras, aumentando o risco de uma hérnia de disco, comenta o ortopedista Lafayete Lage, membro honorário da Universidade de Cambridge, na Inglaterra.


4- Disposição sexual


A obesidade afeta a vida sexual, tanto em disposição e libido.

Conforme o umbigo vai para frente, a libido dos homens recua.

É que os gordinhos contam com menos testosterona, hormônios relacionado ao apetite sexual. E pode dar disfunção sexual devido pouca irrigação nas genitálias por causa do excesso de gordura.

Mas um motivo para pensar em perder peso.


5- Dormir Bem


A obesidade diminui a qualidade do sono. Pode causar apneia noturna.

Um pescoço gordo dificulta a passagem de oxigênio pois o tecido adiposo pressiona as vias respiratórias, causando a famigerada apneia, citada acima.

Além dos roncos, ela diminui a qualidade do sono por propiciar pequenos despertares, muitas vezes não percebidos, no meio da madrugada, o que faz acordar cansado e indisposto.

Dobras espalhadas pelas pernas, braços e quadris pioram a situação, já que limitam as posições na hora de descansar pra valer.




6- Afasta a depressão


A tristeza sem fim é bem mais recorrente em indivíduos corpulentos. Claro, isso tem a ver com a baixa autoestima que geralmente os acompanha. Só que, infelizmente, esse elo é muito mais profundo.

A obesidade costuma alterar o balanço de neurotransmissores como a DOPAMINA e a SEROTONINA, ligados ao bem-estar, informa a neurologista Sonia Brucki. Os derrames menos comuns em quem apresenta um físico de dar inveja, também podem, sob determinadas condições, originar a melancolia intensa.


7- Melhora a Memória


Pela primeira vez você pode realmente lembrar o aniversário daquela sua amiga! A perda de peso aumenta sua capacidade intelectual. Uma pesquisa mostrou que a sua memória fica melhor quando o peso total do corpo é reduzido. Portanto, você não só será mais feliz (lembre-se, as endorfinas!) como também vai lembrar das coisas que realmente precisa fazer.

Alguns estudos mostram que adultos com sobrepeso tendem a desenvolver, na terceira idade, algum problema cognitivo com mais frequência quando comparados a idosos magros.

Os acidentes vascular cerebrais são os responsáveis, eles tem o poder devastador de inutilizar regiões da massa cinzenta entre elas o hipocampo, que apresenta uma relação estreita com nossas recordações.

Fora isso, há quem relacione o diabete tipo 2, doença característica do pessoal obeso, com o Mal de Alzeheimer, um grande inimigo da memória.


8- Pele saudável e bonita


Ao emagrecer diminui a fabricação de ÁCIDO ARACDÔNICO mediador inflamatório que envelhece a pele, ressalta o médico ortomolecular Cristiano Merheb. Em vez de temer uma eventual frouxidão, vale consultar um dermatologista.


9- Diminuir o risco de intoxicação


Bebidas alcoólicas caem no fígado para ser depuradas. Semelhante ação corre com alguns medicamentos, processados no órgão para aliviar males ou para preveni-los. O fígado é responsável por converter substâncias potencialmente envenenadoras em outras pouco nocivas ou até benéficas.

O que isso tem a ver com quilos a mais?

Obesos podem sofrer com a esteatose hepática, uma infiltração de gordura no fígado.

Essa invasão gordurosa prejudica o desempenho desse órgão que acabará deixando moléculas tóxicas causarem estragos pelo corpo todo.


10- Melhora o humor


A busca pela perda de peso a levou a treinar, e os exercícios ajudaram na liberação de endorfinas. E elas interagem com os receptores do seu cérebro, reduzindo a sua percepção da dor e entregando como bônus um sentimento positivo semelhante ao da morfina, e que vai amenizar seu humor naturalmente.


11- Diminuição dos riscos de diabetes


A diabetes causa uma série de complicações (infarto, amputações, dentre outras) que podem e devem ser evitadas com uma alimentação excelente. Para quem já é diabético, há uma melhora importante e em muitos casos a diminuição da medicação.

Lembrar que essas complicações de diabetes (amputações, cegueira, infartos e outras) estão entre as causas “de morte natural” (na verdade evitáveis) que mais matam no Brasil e no mundo.


12- Melhora dos índices do colesterol e triglicerídios


Há uma melhora importante e em pouco tempo (cerca de trinta dias) nos níveis de HDL que aumentam (considerado por muitos como bom colesterol) e uma diminuição no LDL (especialmente os maléficos, que são os de menor tamanho), além da diminuição dos triglicerídeos, o que contribui para uma melhor regulação do corpo (os hormônios ficam funcionando de forma correta) e prevenindo contra diversos problemas futuros (exemplo derrames cerebrais).


13- Diminuição da pressão arterial


Você sabe que pressão alta mata. Causa diversas complicações como por exemplo aumento de risco de infartos e derrames cerebrais. Uma alimentação excelente, proposta pela boa ciência, irá promover uma perda de peso e também uma diminuição na pressão arterial.


14- Aumenta a autoestima


Uma pesquisa feita com mil homens e mulheres acima do peso com idade média de 39 anos mostrou que melhorar a saúde não é a principal razão para este público querer emagrecer. Para 53% dos entrevistados, o aumento da autoestima ocupa o primeiro lugar do ranking dos motivos que despertam o desejo de perder peso. A autoestima também foi apontada por 35% como fator que mais sofre impacto pela obesidade.

A psicóloga Marilice Rubbo de Carvalho explica que autoestima e estética estão totalmente relacionadas e que emagrecer não depende apenas de dieta alimentar, exercício físico e medicamento.


— É fundamental haver uma mudança de comportamento e o acompanhamento de uma equipe multiprofissional, incluindo psicólogo. O grande desafio é fazer o paciente obeso entender que o alimento não é sua única fonte de prazer.

A pesquisa ouviu moradores de cinco regiões brasileiras — São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Goiânia e Salvador — e teve como objetivo avaliar o conhecimento, as motivações e a efetividade dos tratamentos contra a obesidade.


Deu pra perceber quantas vantagens conquistamos ao perder peso.

É muito mais que estética, beleza e aparência.

Trata-se de saúde, de qualidade de vida e bem-estar.


Espero ter contribuído e motivado você tomar uma atitude e mudar de vida e desfrutar de todos estes benefícios.


Deixo abaixo algumas dicas de como emagrecer. Clique e saiba mais.


Dieta de 21 dias

Dieta de 21 dias


Desafio Corpo dos Sonhos

Desafio Corpo dos Sonhos


Dieta Cetogênica


Dieta Cetogênica


HOME


Fonte:

Dr. Marcos Rocha

Revista Saúde é Vital

Notícia R7


3 views0 comments

Recent Posts

See All
 

©2020 by Dicas para emagrecer. Proudly created with Wix.com