Search
  • Margareth Maciel Silva

Paleta de cores na Alimentação

Updated: Nov 10, 2020

Você sabia que quanto mais colorido seu prato mais saudável é sua alimentação??????




No mundo ideal, o nosso prato deveria ser uma verdadeira paleta de cores, repleto de grãos, folhas, vegetais e até frutos, cada qual com sua função nutricional. E não é apenas por ser bonito de se ver, mas porque as cores dos alimentos têm sua importância em nosso organismo.


Funcionando como referências, as cores ajudam a determinar se um ingrediente tem mais vitaminas do que outro, se tem antioxidantes ou não, por exemplo.

Infelizmente, com a oferta de produtos industrializados e processados, os arco-íris no prato estão cada vez mais escassos. Por isso, tão importante quanto consumir cores, é entender como as estações do ano influenciam na nossa alimentação.


“As cores dos alimentos naturais se relacionam com nossos órgãos e com o meio ambiente também”, diz Laila Mengarda, chef especialista em cozinha natural, do site Cozinha Reconectiva.


Entenda a função das diferentes cores dos alimentos 


Verde


É associado à desintoxicação, por isso os sucos denominados “detox” normalmente são de tonalidade esverdeada. Abacate, kiwi, maçã, alface, espinafre, ervilha, pepino e rúcula ajudam a depurar o organismo devido aos fitonutrientes antioxidantes. Além disso, fortalecem ossos, dentes e ajudam a produzir mais glóbulos vermelhos.


@sermagrafitness, perfil do Instagram, veja postagem na Home


Amarelo


Associadas ao baço, pâncreas, estômago e pele, as tonalidades laranja e amarela apontam a presença de fitonutrientes que ajudam a reduzir o colesterol.

Melhorar a circulação sanguínea e regular os níveis de açúcar no sangue. Além da imunidade, protegem a pele, as membranas e os olhos.

Abóbora, batata-doce, cenoura, milho e banana beneficiam o sistema imunológico devido à presença de vitamina C, vitamina B3 e betacaroteno (nutriente que ajuda a manter o bronzeado por mais tempo).


Marrom



@sermagrafitness, meu perfil no Insta


Apesar de serem cores distintas, os alimentos com essas tonalidades são ricos em alcina e quercetina, dupla que cuida dos pulmões, do intestino grosso e da imunidade. Ajudam a baixar a pressão arterial, o colesterol e a fortalecer a saúde cardiovascular. Presente no alho, cebola e cebolinha, a quercetina se destaca por suas propriedades anti-inflamatórias, antivirais e antialérgicas.


Roxo



A cor representa abundância em resveratrol, flavonoides, taninos e antocianinas, todos antioxidantes que estão associados ao rim e à bexiga. Além disso, alimentos roxos conferem mais proteção às células e previnem o desgaste precoce dos órgãos e da pele. Os flavonoides também têm propriedades antibióticas e as antocianinas regulam o armazenamento da gordura, ajudando a reduzir o colesterol e a pressão arterial.


Vermelho



As frutas e verduras com tons de vermelho, como beterraba, tomate, morango e framboesa, auxiliam a regular o colesterol e são ótimas para a saúde e proteção cardiovascular. A cor também tem efeitos anti-inflamatórios, de combate aos radicais livres (responsáveis pelo envelhecimento precoce) e de regeneração celular graças aos fitonutrientes antioxidantes.



Branco




As antoxantinas estão presentes em alimentos como: feijão branco, batata, banana, polpa da maçã, couve-flor, pera, rabanete, repolho, alho, cebola, cogumelos, aipim e inhame. E, para não passar em branco, aqui vão algumas receitas gostosas para você se inspirar!


Alaranjado


Já citamos anteriormente, no entanto, vale reforçar o valor do Betacaroteno.

Os alimentos ricos em betacaroteno são de origem vegetal, geralmente de cor alaranjada e amarelada, de que é exemplo a cenoura, damasco, manga, abóbora ou melão cantalupo.

O betacaroteno é um antioxidante que contribui para o fortalecimento do sistema imune, sendo muito importante na prevenção de doenças. Além disso, também contribui para uma pele mais saudável e bonita, já que ajuda a proteger a pele do sol e a melhorar o bronzeado.


Quanto maior a variedade de cores, maior a variedade de nutrientes, evitando a monotonia alimentar, conseguindo um prato mais atrativo, favorecendo a manutenção da saúde e prevenção de doenças.



Fonte: Site ativo, Tua Saúde e Gourmetjr


Quer saber mais

Como acelerar o metabolismo CLIQUE AQUI

Como perder peso rápido CLIQUE AQUI

Dieta de 21 dias CLIQUE AQUI

HOME

7 views0 comments

Recent Posts

See All